Baseado na escola australiana de lutheria, este modelo é o resultado de pesquisas que visam um instrumento potente, com sustain, equilíbrio vertical e horizontal, clareza de vozes e excepcional tocabilidade.

A diferença central entre estes violões e os instrumentos originais da escola australiana, basicamente, é a manutenção das laterais e fundo em madeiras maciças não prensadas, inspirado nas construções do francês Daniel Friederich. O resultado é uma sonoridade mais próxima da escola espanhola Torres-Hauser, mas com considerável incremento de volume e outras características importantes para a performance de alto nível contemporânea. Este modelo possui tampo fino e leve com reforços em fibra de carbono e estrutura em treliça. Sua complexidade de construção demanda cerca de 200 horas de trabalho para a produção de um único exemplar.

Violonistas como Everton Gloeden, João Luiz Resende, Edson Lopes, Gustavo Costa, Mario Ulloa, Eduardo Meirinhos entre outros utilizam o Concert Lattice em abeto ou cedro.

Características

Tampo: Cedro ou Abeto Master Grade envelhecidos
Lateral e Fundo: Jacarandá Baiano ou Indiano Master Grade (Outras madeiras disponíveis mediante consulta).
Braço: Mogno ou Cedro Radial
Escala: Ébano Master Grade
Cavalete: Jacarandá Baiano ou Indiano
Tarraxas: Premium Rolamentadas (sob consulta)
Armrest: Incluso
Case: Luxo

Imagens

Vídeos

Loja